Como a Escola S flexibilizou seu planejamento curricular com o Geekie One

A Escola S, o SESI-SENAI de Santa Catarina, já implementou o Novo Ensino Médio em suas unidades e a flexibilidade no planejamento do Geekie One tem ajudado professores e professoras em suas aulas interdisciplinares por área de conhecimento. Confira a experiência de quatro docentes da rede!

Uma das principais mudanças no currículo do Novo Ensino Médio é a proposta de reorganização das disciplinas do segmento. No lugar da fragmentação do conteúdo em especialidades fechadas, o modelo atual propõe o trabalho por áreas de conhecimento. Esta mudança possibilita a construção do conhecimento por alunos e alunas de forma interdisciplinar, facilitando conexões que antes ficavam distantes e separadas em diferentes aulas para proporcionar uma compreensão mais significativa e conectada à realidade de cada estudante.

Na Escola S, o SESI-SENAI de Santa Catarina, o Novo Ensino Médio já entrou em vigor no começo de 2019 em algumas escolas da rede. As turmas da 1ª série do segmento estão usando o Geekie One como material didático e a equipe de docentes têm na plataforma o apoio necessário para cumprir com uma proposta mais interdisciplinar do currículo na etapa final da Educação Básica.

Confira neste artigo como a flexibilidade do Geekie One acabou com o planejamento engessado dos professores e das professoras da Escola S e veja também dicas de como criar aulas mais interdisciplinares em sua escola.

O Novo Ensino Médio e a flexibilização do planejamento com o Geekie One

São os(as) estudantes quem mais se beneficiam com a reorganização do currículo para atender ao novo formato do Ensino Médio. Quem faz este destaque é Marília Nascimento Oliveira, professora especialista em Física que compartilha as aulas de Ciências da Natureza com Layane da Silva Correa, de Química da unidade de Tubarão (SC) da Escola S.

“Pra mim, foi maravilhosa essa mudança do Ensino Médio para trabalhar com as áreas de conhecimento. Facilitou muito o nosso trabalho e acho que desenvolve muito mais o(a) aluno(a). Ele(a) aprende muito mais e muito melhor porque a gente consegue integrar várias coisas. A base não está sendo mais os conhecimentos, mas sim as habilidades que são desenvolvidas nos(as) estudantes e esses conhecimentos vão sendo linkados às habilidades”, explica Marília. 

Na unidade de Brusque, a área de Ciências Humanas é compartilhada pelo professor especialista em Filosofia, Joel Paludo, e pela professora, Noêmia Felix de Araujo Pereira, de História. Joel também reforça o benefício da reorganização da disciplina para estudantes:

“Para o(a) estudante não fica mais aquela visão fragmentada do conhecimento que ele(a) está produzindo. Ele(a) tem uma visão global e isso é importante porque estamos em um mundo que está conectado. Em sala de aula esse(a) estudante percebe que o conhecimento dele(a) também não é fragmentado.”

Leia também: Interdisciplinaridade: um trabalho de parceria docente

Toda essa interação nas áreas de Ciências Humanas e da Natureza nas duas unidades da Escola S é apoiada pela flexibilidade que o Geekie One traz para o corpo docente. Por ser digital, a plataforma de educação personalizada da Geekie disponibiliza mais de 2.500 capítulos aos professores e às professoras das escolas parceiras. Na prática, isso significa que um(a) educador(a) têm à sua disposição todo o conteúdo da 6ª série do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio para elaborar seu planejamento curricular. 

“Como os capítulos vêm pra gente de uma forma solta, por assim dizer, eu consigo mudar a ordem deles e isso facilita o replanejamento. É diferente de um livro didático que vem tudo naquela ordem sequenciada que a família geralmente usa para acompanhar e, se eu preciso ir para frente no conteúdo e voltar depois, para o pai ou a mãe isso é interpretado como falta de planejamento. No Geekie One eu consigo fazer isso de forma mais tranquila”, explica Noêmia.

Confira um material exclusivo sobre o Novo Ensino Médio

Para Layane, o Geekie One veio para facilitar e complementar a lógica de trabalho em sua área de conhecimento. Ela conta que já estava acostumada com uma sequência progressiva dos conteúdos, elaborada nos anos anteriores. Com a adoção do Geekie One pela Escola S, o trabalho foi apenas “arrastar” os capítulos conforme o planejamento e as necessidades da área de conhecimento.

A gente traz essa sequência lógica dos outros anos, mas ela hoje já não é mais engessada como era nos anteriormente justamente por causa do Geekie One. Se a gente está com o livro físico na mão, a nossa tendência é seguir ele na ordem dos capítulos e no Geekie não tem isso. No Geekie One, o capítulo 2 é aquele que eu arrastei para ser o capítulo 2. A gente só segue essa sequência lógica e vai buscando os capítulos que estão conectados ao que a gente deseja passar naquele momento”, comenta Layane.

Para ilustrar como as docentes de Ciências da Natureza usam o benefício da flexibilidade do Geekie One, Marília relembrou a adaptação do currículo quando o distanciamento social foi implantado como forma de conter a propagação do coronavírus, em março deste ano:

“O Geekie One facilitou até no sentido de, por exemplo, lançar o planejamento dos três trimestres, mas mudar os conteúdos que não foram trabalhados no primeiro para o seguinte. Quando começou a pandemia, por exemplo, a gente viu que era um bom momento de falar de vírus, bactérias, fungos e doenças. Então a gente já puxou esses capítulos que eram previstos para um outro ano do Ensino Médio para ficar na ordem que a gente queria. A gente consegue aproveitar os conteúdos relacionados às coisas que estão acontecendo alterando essa ordem de trabalho.

Para além da flexibilidade: atualização constante, vídeos de apoio e relatórios de dados do Geekie One

A hiperatualização do Geekie One também é um benefício aliado da flexibilidade, como aponta da professora Noêmia:

“O material da Geekie é um organismo vivo, ele está sempre se modificando. As atualizações estão sempre acontecendo, inclusive de conteúdo, então, isso, para o replanejamento, é mais tranquilo.”

Outro recurso usado pelas professoras e pelo professor da Escola S são os vídeos de apoio dos capítulo. Para Marília e Layane, esse recurso ajuda tanto na revisão do capítulo como na complementação da explicação das professoras. “A gente trabalha o conteúdo normal e quando chega no final, indicamos os vídeos porque trazem ainda uma visão de um outro professor ou professora que vai agregar ainda mais à nossa aula”, destaca Layane.

Noemia também destaca o uso dos vídeos e ainda traz mais um ponto que tem auxiliado nas aulas de Ciências Humanas: os relatórios de desempenho. “Uma outra coisa que eu acho legal é a questão do desempenho do aluno que o Geekie One traz pra gente. Ele permite que a gente tenha uma visão individualizada de como eles estão conseguindo acompanhar ou não aquele conteúdo. Acho aquele gráfico de desempenho muito legal.”

O relatório de desempenho mencionado por Noêmia traz dados em tempo real das atividades feitas pelos(as) estudantes no Geekie One. Ao enviar uma lista de exercícios, por exemplo, o(a) docente consegue acompanhar os erros e acertos da turma e de cada aluno ou aluna e, com isso, replanejar as aulas e suas experiências de aprendizagem.

Quem também destaca o benefício dos relatórios é a supervisora do Ensino Médio da unidade de Tubarão da Escola S, Samira Pereira Gomes:

“Os relatórios são uma ferramenta com a qual a gente consegue, pela supervisão, dar um retorno para as famílias porque muitas vezes eles têm dúvidas se os(as) filhos(as) estão entregando as atividades ou não. Então, se o aluno não entrega alguma atividade no Geekie, a gente consegue relacionar e verificar a entrega e o rendimento. No relatório eu vejo quanto tempo ele está estudando e como isso reflete no desempenho.”

Além da Samira, o supervisor, Jairo Engster, e a orientadora pedagógica, Maria Olávia Santos Monteiro, da unidade de Joinville Norte da Escola S, também destacam os benefícios dos relatórios do Geekie One. Quer saber mais sobre como a dupla usa os dados e evidências da plataforma para dialogar com famílias e docentes? Então leia: “Como o SESI/SC obteve mais visibilidade do desenvolvimento de estudantes com os relatórios do Geekie One”.

Conheça o Geekie One, a melhor plataforma de educação personalizada. Peça uma demonstração

Conheça outras histórias de sucesso das escolas que usam o Geekie One:

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Bitnami